quinta-feira, 25 de outubro de 2007

Kirsty Sword-Gusmão é embaixadora para a Educação

Kirsty Sword-Gusmão, mulher do actual primeiro-ministro Xanana Gusmão e presidente da Fundação Alola, foi hoje nomeada embaixadora de Timor-Leste para a Educação.


O Presidente da República, José Ramos Horta, justificou a escolha de Kirsty Sword-Gusmão com a dedicação da ex-primeira dama a causas sociais e a sua entrega … causa timorense desde que era voluntária australiana na Indonésia, nos anos 1990.

"A Educação é a minha paixão", afirmou Kirsty Sword-Gusmão … Agência Lusa, lembrando que nasceu numa família de professores e que chegou a viver numa escola, quando o pai dava aulas numa pequena localidade do estado de Vitória, Austrália.

"Espero continuar a sensibilizar os timorenses para a importância, que eles conhecem, da educação como instrumento para melhorar a vida dos filhos e permitir à próxima geração sair da pobreza", acrescentou Kirsty Sword-Gusmão.

Numa cerimónia curta que levou quase todo o corpo diplomático de Díli ao Palácio das Cinzas, José Ramos Horta declarou que a ideia de ter uma embaixadora para a Educação é inspirada no recurso a personalidades conhecidas por organizações como a Unicef e a UNESCO.

"Timor-Leste, que eu saiba, é o primeiro país que usa esta ideia", comentou o chefe de Estado.

"Sou uma ferramenta de promoção por uma boa causa", resumiu a presidente da Fundação Alola após a tomada de posse: "Agora espero que me usem".

Kirsty Sword-Gusmão, de origem australiana, mãe de três filhos e recordou que, também por isso, pretende "desesperadamente" que Timor-Leste possa dar às crianças as mesmas oportunidades de educação de que ela gozou na Austrália.

Carlos Monjardino, presidente da Fundação Oriente, e Estela Ferreira, empresária luso-australiana, são embaixadores da boa-vontade por Timor-Leste, nomeados quando José Ramos Horta ocupava as funções de ministro dos Negócios Estrangeiros.

Sem comentários: