sexta-feira, 31 de agosto de 2007

Timor Leste: FRETILIN não quis ouvir, ignorou. mesmo que o povo sofra não é problema deles, nem que o povo morra, não é problema deles.

UMA HISTORIA EM 8 CAPITULOS:

Capitulo 6

(Leia os Capitulos anteriores mais abaixo)

Companheiros

A grande História dos que têm sede de sangue ainda é uma longa história. Porque, em todos os lugares, aparecerem pequenos comandantes espalhados por todo o Timor, fazendo barulho, para aterrorizar as pessoas. Algumas pessoas, talvez do Departamento de Comunicação do Comité Central, enviaram 'sms' para os delegados, para os administradores.

Mas, com a ânsia, marcaram mal o número e todos receberam o 'sms' pedindo para levar "10.000 pessoas desse distrito, 5.000 de outro distrito, para apoiar o camarada Lu-Olo e camarada Mari".

Hoje, se queres ser funcionário, ou ministro, tens de te preparar para matar a tua própria alma, porque o dólar despiu os princípios que, porventura, ainda pudesse ter, nós não sabemos.

Vemos muito bem, estas pessoas brincam com o sofrimento do povo, usam o povo para defender a sua cadeira, o seu nome e o seu bolso.

No Relatório da CAVR pede-se o FIM DA VIOLÊNCIA POLÍTICA, para que o povo não sofra uma vez mais. Ainda recentemente, em Janeiro passado, fui entregar este Relatório ao Secretário-Geral da ONU. Ainda mal se completaram seis meses, disparos de armas, incêndios, pessoas mortas em Dili.

Um jovem em Lospalos, chamou-me traidor, porque não defendo um tribunal internacional. Hoje, ele não está sossegado, está todo envaidecido em Lospalos acreditando que a FRETILIN tem armas para fazer a guerra.

Eu fui a Lospalos no ano passado e falei com eles, e disse que a FRETILIN tem de pedir desculpa. Enviaram de imediato um 'sms' ao Mari. No meio de uma reunião, Mari mostrou-me esse 'sms' e parecia contente porque a sua rede de informações do partido está espalhada por todo o Timor para informar sobre as conversas do Presidente ou as actividades da oposição.

Pude dizer a este jovem, que eu, agora, não quero ser mais um traidor do Povo. Porquê? Quando o Tribunal iniciou os julgamentos de crimes que estão a ser cometidos pedi aos Tribunais para considerarem se podiam esvaziar as Prisões de Becora, Baucau e Ermera para receber os novos hóspedes. Neste momento, todos aqueles apenas cometeram crimes menores comparando com o que está a acontecer agora. Crime contra o estado de Direito Democrático, crime contra o Povo que já sofreu durante a guerra, durante 24 anos. Becora, Baucau e Ermera hão-de receber diversos hóspedes, muitos corruptos que hão-de lá ir e têm de ir para lá.

A Comissão Internacional de Investigação irá chegar, para nos ajudar a todos, para avaliar esta violência política que assolou o nosso país. Tudo quanto a CAVR fez e transmitiu, para escutar o choro do povo, o que o povo pede, as exigências do povo, para os políticos não fazerem sofrer mais o povo, para evitar a violência política, tudo isso, a liderança da FRETILIN não quis ouvir, ignorou. A liderança da FRETILIN demonstrou que, este choro, não lhes diz respeito, este chorar, não é problema deles, mesmo que o povo sofra não é problema deles, nem que o povo morra, não é problema deles. O grande problema para eles é como manter-se no Governo. A liderança da FRETILIN, por causa da sua arrogância, só sabe é acusar outras pessoas e não são capazes de reconhecer que também erram. Para eles, não há erros, porque o que fazem tem um objectivo: governar.

Só devem pensar em guerra para governar, porque governar dá-lhes tudo, dinheiro, boa casa noutro país, negócios que lhes dão dinheiro e ao partido também, mas o partido para eles é o pequeno grupo que está a governar. O Povo está a sofrer em Dili, não foram ainda ver o Povo, nem foram ainda falar com o Povo. Só se preocupam é em mobilizar pessoas do interior, para demonstrar que toda a FRETILIN curva-se perante eles, para lhes beijar as mãos e os pés. O Povo que se mobiliza para os apoiar, coitado, talvez andem de carro sem pagar, para gritar 'Viva este, Viva aquele', e depois de serem alimentados regressam às suas casas, continuam a cavar a terra, querem mandar os filhos para a escola mas não têm meios, sem dinheiro, em casa continuam com fome.

Na mensagem de Fim do Ano de 2005, eu apelei aos jovens e a todo o povo, para não darem ouvidos aos políticos que clamam pela 'violência', que os empurram para a violência. Nós não queremos ouvir-nos uns aos outros, todos confiamos que todos os sábios desta terra que, com as suas atitudes, podem dar-lhes dinheiro, para sujar a imagem da Fretilin, e para matar o nome e a história da FRETILIN.

Eu sei, que Nicolau Lobato está triste. Nicolau Lobato não pede que o seu nome seja colocado em todos os lugares. Ele não precisa. O que ele pede é apenas isto: que respeitem a sua luta para libertar esta Terra e este Povo, que respeitem apenas o seu sangue.

Espíritos e Antepassados, levantem-se para olhar por este povo! Ossos que estão espalhados por todos os cantos, ponham-se de pé, Sangue que foi vertido por todos os cantos, juntem-se de novo para ver aqueles que querem estragar o povo, que querem ver o povo sempre a sofrer, que querem ver o povo sempre a morrer.

Mostrem-se, mostrem a vossa força! O vosso filho está aqui, que vos implora, para olharem por este Povo, para libertar este Povo do jugo dos sedentos de sangue.

11 comentários:

Anónimo disse...

Mostrem-se, mostrem a vossa força! O vosso filho está aqui, que vos implora, para olharem por este Povo, para libertar este Povo do jugo dos sedentos de sangue.

Anónimo disse...

Tem tanta força, diz o parvalhão, e precisa de ter as tropas australianas a guardar-lhe as costas?

Anónimo disse...

Companheiros A grande História dos que têm sede de sangue ainda é uma longa história. Porque, em todos os lugares, aparecerem pequenos comandantes espalhados por todo o Timor, fazendo barulho, para aterrorizar as pessoas.

E alguns atravez do internet a mostrar a sua idiotice como se eles conhececem mais Xanana que o povo Timorense que andou com ele esses anos todos pela libertacao.

Anónimo disse...

O irmao fala:

Mostrem-se, mostrem a vossa força! O vosso filho está aqui, que vos implora, para olharem por este Povo, para libertar este Povo do jugo dos sedentos de sangue.

Anónimo disse...

Querem gente mais sedenta de poder, de sangue, de dinheiro, de fama e SEM QUALQUER CAPACIDADE do que este triste que nem na casa e na educação dos filhos consegue mandar?

Anónimo disse...

Só mesmo na tolice e na parvoice este gajo é forte. Um palerma que nem na casa manda.

Anónimo disse...

A Comissão da ONU chegou e concluiu que foi o Xanana quem inflamou a violência e que foi ele quem andou a reunir com os oerpretadores, Alfredo incluído. E que foi o aliado dele o Paulo Martins quem irregularmente distribuiu as armas da PNTL e principalmente que todos os ataques contra as F-FDTL foram desencadeados pelos grupos do Alfredo e do Railos.

Isto é a Comissão da ONU concluiu que foram os amigos e aliados do Xanana os autores de toda a violência.

E contudo este falso teve a lata de atribuiu as culpas às vítimas, isto é ao governo do Mari.

São dois falsos e mentirosos o Xanana e o Horta e foram os maiores responsáveis da violência.

Anónimo disse...

Para chegar a PM Xanana usou o Horta e mentiras, para chegar a PR o Horta usou o Xanana e mentiras. Os dois e as suas mentiras tinham o objectivo de difamar a Fretilin, as suas realizações, os seus governantes, a sua direcção e particularmente o seu Secretário-Geral e PM, Mari Alkatiri. Pela simples razão de que a Fretilin era a única força organizada que nunca permitiria que continuasse a ocupação do país com tropas e governantes estrangeiros, condição indispensável para que o deal do Timor Gap prosseguisse. Lembro que foi a essa negociata que os então MNE da Indonésia e Austrália – Ali Alatas e Gareth Evans - celebraram com champanhe no avião que sobrevoava o Mar de Timor.

No ano passado não olharam a meios e serviram-se da violência para desencadearem o primeiro golpe, o militar, e deitaram mãos às mentiras mais ignóbeis para desencadearem o segundo golpe, o legal. No golpe militar usaram-se do Alfredo, Railos, Gastão Salsinha, Tara, Tilman e outros amigalhaços do Xanana do tempo da resistência. No golpe legal usam-se particularmente do Procurador-Geral, o Longuinhos Monteiro e do Paulo Martins, ex-comandante da PNTL.

Contudo ambos os golpes militar e legal saíram xoxos e nenhum deles foi conclusivo. Deitaram então mão ao golpe “democrático”, subvertendo sem qualquer escrúpulos a Constituição e a mais básica das regras da democracia – isto é, quem ganha, forma governo,

Mas a continuação das bravatas do Xanana por um lado (“ainda não é tempo de falar com a Fretilin”), o pessimismo do Horta (“Não aprendemos nada do passado e continuamos a cometer os mesmos erros”) e a aflição de ambos para a continuação de tropas, polícias e conselheiros internacionais (que chegou à importação do ex-premier de Victória) revelam o receio de que também este golpe sai frustrado.

E vai também sair frustrado este terceiro , Não é só a Fretilin que não reconhece este governo. São muitíssimos dos 76% do eleitorado que não só não escolheu para encabeçar o governo, o Xanana, como até se sente enojado por ter um PM assessoreado por um ex-premier Australiano. É que foram 78% os Timorenses que correndo risco de vida há oito anos votaram pela independência do seu país.

Anónimo disse...

Este homem devia ser julgado, é indecente ter dito tantas mentiras e não lhe acontecer nada,

Anónimo disse...

Estão a falar do ALkatiri?

Sempre se pareceu escorregadio. Agora vê-se que afinal tem seguidores cegos e anda tudo como de um parque aquático se tratasse... água por todo o lado...

Ó gente as eleições já foram e pelos vistos perderam... a maioria. Não era esse o objectivo? Parece que sim. Queixam-se de quê? Da total incapacidade em terem conseguido enrolar a história da Assembleia Constituinte? Mas queriam continuar a enrolar quem?

Só mesmo de mentes assim. Nada de novo se esperava.

A queda continua e agora vai ser em larga escala. Boa sorte!

Lamento que falem dessa maneira.

p.s.: não se esqueçam que afinal a ONU vai ter mesmo que ficar mais tempo... deve haver motivos evidentes para tal, não? De quem é a culpa? Do Papa? Se ela (ONU) está para ficar é porque a coisa é mesmo bera...

Anónimo disse...

8 anos depois ... libertada a pátria, liberte-se o povo.

Parece que há uns teimosos que não acreditam que isto tem de ser mesmo feito. Tem e o que tem de ser tem muita força.

Foi exactamente a 4 de Setembro de 1999 que a ONU deu os resultados do referendo.

Não aprendem mesmo... que meninos mal educados!

Acalmem esse mundo louco. Só perdem com isso...