quinta-feira, 2 de agosto de 2007

Timor-Leste: Fretilin faltou a escola do Parlamento (Ami nia Titulo)



01.08.2007 - 20h48 Adelino Gomes

Eleitos da Fretilin deixaram de comparecer no Parlamento. Cimeira de Horta com Xanana Gusmão e Alcatiri adia decisão presidencial até sexta-feira.

Os deputados da Fretilin deixaram de comparecer no Parlamento nacional timorense, inviabilizando desta forma a constituição de um Governo saído das eleições de 30 de Junho.

A decisão foi tomada após a votação, esta terça-feira, que entregou os cinco lugares da mesa do Parlamento exclusivamente a membros da Aliança com Maioria Parlamentar (AMP).

Para regressar ao Parlamento, a Fretilin exige a satisfação de um “pacote de acordo” que passa pelo envolvimento desde partido na formação do próximo Governo, na mesa do Parlamento e na direcção das comissões parlamentares.

O primeiro efeito prático desta decisão da Fretilin foi o adiamento até sexta-feira, pelo Presidente Ramos Horta, do anúncio público do nome que iria dirigir o próximo Governo.

Esta quarta-feira, Ramos Horta chamou os líderes dos dois partidos mais votados nas eleições – Alcatiri (Fretilin) e Xanana Gusmão (CNRT) – numa última tentativa de reconciliação.

Nenhuma informação foi prestada publicamente sobre este encontro, mas o adiamento por Horta do anúncio da sua decisão indicia a esperança de alguma espécie de acordo ainda ser alcançado até lá.

O secretário-geral da Fretilin, Alcatiri, convocou uma conferência de imprensa para esta quinta-feira, na qual explicará as razões que levaram o seu partido a não comparecer no Parlamento.

5 comentários:

Anónimo disse...

Nao admira Timor andou mal com a Fretilin no Governo.

Depois de uma grande incopetencia no Governo e saqueado pelo Presidente o Alkatiri ainda tem lata de se auto nomear como candidato a Primeiro Ministro.

FRETILIN SEM BOLAS

Anónimo disse...

Estes caciques que falam em nome dos deputados da oposição dos partidos que perderam e ficaram em 2º, 3º e 4º lugares fazem lembrar o então auto-denominado porta-voz dos peticionários o Gastão Salsinha que durante a crise do ano passado passou a vida a inventar pretextos para não se entender com o comando das F-FDTL e assim ter capital de queixa para os distúrbios que fizeram e que a Comissão dos Notáveis acabou por negar razões.

E os deputados desses partidos que perderam as eleições e ficaram em 2º, 3º e 4º lugares parecem carneiros a seguir os pastores e a enfiarem-se num buraco porque como são carneiros não pensam por cabeça própria e vão atrás dos outros, ceguinhos e burros como só os carneiros podem ser às vezes.

Esses caciques-pastores estão-se marimbando para a sorte dos carneiros em geral e dos seus em particular; apenas os faz mover os seus interesses mesquinhos, as suas ambições; o seu sectarismo, o seu espírito de vingança e apenas se querem desforrar agora do povo que não lhes deu a vitória.

Estes caciques-pastores mafiosos são muito perigosos pois querem vingar-se do povo por o povo não ter votado neles. Há que lhes travar o passo e mandá-los bugiar.

E é a altura de os carneiros que agora estão a seguir estes caciques-pastores mafiosos abrirem os olhos e não se enfiarem no buraco aonde esses caciques-pastores - Xanana, Amaral, Carrascalão e Lasama - os querem enterrar. É bom que vejam o que aconteceu aos peticionários que seguiram cegamente o Gastão Salsinha e que ficaram no desemprego.

Anónimo disse...

A distribuicao de Armas levou Rogerio Lobato, Vice Presidente da Fretilin para prisao a servir 7.5 anos. Rogerio tinha acusado a cumpplicidade de Alkatiri e Roque e mais outros.

E agora o Alkatiri ainda quer ser PM?

Onde estao os verdadeiros Fretilinos?

Anónimo disse...

Onde estao os Fretilinos amantes de paz, democracia,progresso e bem de Timor para todos?

Durante estes cinco anos de poder o govero Fretilin de Alkatiri so truxe misweria par Timor Leste.

MAUBERE QUER PAZ E DEMOCRACIA.

Anónimo disse...

Os que no ano passado aldrabaram os peticionários e os polícias e os usaram como carne para canhão para derrubar o Alkatiri e assaltar a casa do Comandante das F-FDTL, deixaram-nos cair e eles foram para o desemprego, enquanto alguns dos manipuladores abrigaram-se por detrás do Xanana e do Horta e são hoje deputados.

É muito nobre a tarefa dos deputados se a desempenharem para levar ao Parlamento as preocupações da população que os elegeu. Mas não é esse o entendimento de alguns dos manipuladores de militares e polícias e que foram eleitos para o Parlamento. O entendimento desses manipuladores é usarem o Parlamento para continuar a perseguir a Fretilin e os seus líderes e imporem a sua ditadura sectária e anti-nacional.

Há gente a quem o ódio contra a Fretilin os cega. Apenas têm um remédio – curem-se! - porque as obsessões são doenças que se forem tratadas a tempo têm cura.

A crise que esse manipuladores provocou no ano passado levou à morte de dezenas de Timorenses, à destruição de milhares de casas e a quase 200 mil deslocados havendo ainda mais de 100 mil. E trouxe muita dor e muito sofrimento e prejuízos incalculáveis à nação.